quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Found on the net

Environmental Engineer/Plumber

Job Summary

Company
Advance Environmental Ltd
Location
London, London
Industries
Engineering Services
Job Type
Full Time
Permanent
Salary
20,000.​00 - 25,000.​00 GBP per year
Overtime, bonus and pension available
Job Reference Code
EN0909


About the Job


Working for Advance Environmental Ltd, a leading, highly regarded company in the field of water and air quality in buildings.​

This is a full time and permanent position.​

Your duties will include the installation and servicing of thermostatic mixing valves, hot and cold water system upgrades and the chlorination of water services.​

You must have some understanding of plumbing (ideally qualified) and be practical, smart and able to use your initiative.​

You will live in the South East UK and be working in and around the London area.​

You will be provided with a van and full training on the chlorination aspect will be given


We also have a trainee position available for disinfection work.​

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Um português em Aberdeen

por Clara Ferreira Alves in Expresso

Um português em Aberdeen

«Aqui não há bicas nem nada disso, diz o rapaz. Está vestido com um blusão e uma camisola de lã fina por cima de uma camisa. Só de olhar para ele dá-me um arrepio. Eu tenho uma camisola de lã grossa por baixo de um casacão, um cachecol e um gorro enterrado na cabeça. Aqui não há bicas mas é como se houvesse, o expresso é muito bom. Peço um duplo e aqueço as mãos no copo de papel a escaldar. Ele insiste que não é uma bica. Só o nome é que é diferente, o café é igual... não vale a pena. A teimosia portuguesa sabe-me bem. Nada me faz mais saudades de Portugal do que a Escócia. Estamos em Aberdeen e encontro o rapaz na rua. Estão uns oito graus àquela hora da manhã. Portuguesa? Estou aqui a trabalhar, ganhar dinheiro. Em Portugal estava desempregado. Petróleo do Mar do Norte? Claro, é o que faz viver esta cidade. Eu trabalho numa indústria relacionada com o petróleo, não estou nas plataformas, é duríssimo.

Deve ter chegado há pouco tempo, ainda não levou com o Inverno em cima, o Inverno que gela a água dos rios e dos lagos e cobre os abetos e pinheiros da Caledónia de branco e protege a careca das montanhas com chapéu de neve. O Inverno é de um rigor russo, com o vento que corta a pele como uma faca afiada e o céu cor de chumbo, igual às casas de granito e às espiras e torres das abadias. Estou aqui há nove meses, passei o Inverno. Habituo-me, tem de ser. Não gosto do calor, o calor não deixa fazer nada. Encolhe os ombros. Não tem mais de 20 anos. Máximo uns 25. E gostava de ter ficado em Portugal? Eu não aguento tanto frio, nem em Agosto. Portugal não dá. A geração dele não tem futuro. Diz isto sem dramas. Conta-me que existe em Aberdeen um outro português, no petróleo. Vai-se embora antes que estale o Inverno. Sente-se fora de tudo. Percebo o sentimento.

Há muitas Escócias. A do bilhete-postal, da aristocracia e do Range Rover é uma. A do trabalho e da dureza, do pub e da briga, é outra. Os escoceses estão fartos dos ingleses, e acham que o dinheiro do petróleo fica em Westminster. A geração mais nova quer a independência e quer ver-se livre da realeza, não por serem antimonárquicos e sim porque a monarquia e a Rainha cheiram ao domínio inglês. Querem sair dali. Mudar de vida, como o português de Aberdeen.

O meu amigo David, um escocês puro como a água com que se faz o single malt, diz que a Escócia ficou para trás a olhar para as fotografias da Família Real na cómoda e as cabeças de veados na parede. Demos à luz o Harry Potter e o Sean Connery, grande honra. Os senhores da terra e dos castelos, os lairds, usam-na como território de caça. Mantêm um sistema feudal em que os habitantes das casas dentro das herdades pagam uma renda e podem comprar a casa sem poderem comprar a terra. A terra está nas mãos de meia dúzia de senhorios. A Rainha é dona da maior parte. No castelo de Ballyndalloch, de Lady Clare Russell, um dos castelos com vida, a parede está coberta de fotografias da rainha-mãe com chapéus como bolos de aniversário. E Charles e Camilla, amigos. A rainha. Os príncipes. Lady Di foi banida. As fotografias estão todas dedicadas. Lady Russel tem uma manada rara de vacas Angus e cruzava com a manada da rainha-mãe. A família dela é Macpherson-Grant, herdou por ser filha única. Russell é o marido, pajem real. Dona do castelo e das terras, da destilaria de whisky e das montanhas em volta; são descendentes do general Grant que combateu na Guerra da Independência americana (e morreu com a honra de ter sido o homem mais gordo da Escócia).

O filho mais velho herdará o título, o castelo e as terras e o mais novo só herdará se o mais velho morrer. David diz que é a única maneira de eles começarem a trabalhar nas "profissões". A tradição impede a mudança. Balmoral, um castelo construído para a rainha Vitória, que mandou arrasar o antigo castelo, é aqui ao lado. A bandeira flutua no mastro como roupa a secar, a Rainha está cá. No primeiro sábado de Setembro a família real enfia-se nos Range Rover e desce sobre a aldeia de Braemar, encavalitada nas margens rochosas do rio Dee, rio de salmão e truta. Os Highland Games atraem a gentry, com o kilt e o frasco de prata cheio de whisky no bolso. David, que acha a Escócia passada, andará de saia escocesa. Lá se vai o desejo modernizador. Sinto-me muito longe de casa. Tudo tão limpo e claro. Muitas árvores, muita água, o verde das pastagens e o roxo da charneca no Verão. Um frio de rachar. Chuva cortada pela claridade do norte. No comboio de Edimburgo vi um grupo de escoceses a comer fish and chips e a beber vinho branco do gargalo. Rudeza de berros e palavrões. Que diria Sua Majestade? Penso no português de Aberdeen. E no outro, o que não quer mais um Inverno na grisalha e no gelo. É preciso muita coragem.»

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Hagar

domingo, 2 de agosto de 2009

Aberdeen's Homecoming Tartan Day

Whether you live in Aberdeen City and Shire, are part of our extended global family, or maybe you just love Scotland, join us in our Homecoming Scotland 2009 celebrations.

2009 marks the 250th anniversary of the birth of Scotlands national poet and international cultural icon Robert Burns whose message of friendship and 'Auld Lang Syne' lives on. 2009 will be a celebration of not only Robert Burns but some of Scotland's great contributions to the world: Golf, Whisky, The Scottish Enlightenment and Innovation, as well as our rich culture and heritage which lives on at home and through the many people of Scots descent who live out with our shores.

So whether you are Scottish or simply love Scotland, come and experience our living culture for yourself.






video

Robert Burns

Escoceses Que (Scots Wha Hae)

Escoceses, que com Wallace sangraram

Escoceses, que o nobre Bruce apoiaram

Bem-vindos ao que desejaram

Cair ou vencer!


O dia de hoje não é nada amistoso

À frente um combate tempestuoso

De onde brada Edward, orgulhoso

A correntes nos prender!


Qual traidor que ocuparia

A cova rasa da covardia?

Quem ser escravo aceitaria?

Façamo-lo retroceder!


Quem erguerá a espada

Pela Lei e pela terra amada?

A liberdade será a morada

Que juntos iremos erguer!


Pela opressão e todo sofrimento

Por nossos filhos em tormento

Juntos lutemos, deste momento

Ao suspiro final de nosso ser!


Ponhamos o usurpador a correr

E à tirania, meia-volta volver

Pela liberdade não vamos ceder

É matar ou morrer!



'Scots, wha hæ wi' Wallace bled,
Scots, wham Bruce has aften led,
Welcome tæ yer gory bed,
Or tæ Victorie!

'Now's the day, and now's the hour:
See the front o' battle lour,
See approach proud Edward's power -
Chains and Slaverie!

'Wha will be a traitor knave?
Wha will fill a coward's grave?
Wha sæ base as be a slave?
Let him turn and flee!

'Wha, for Scotland's king and law,
Freedom's sword will strongly draw,
Freeman stand, or Freeman fa',
Let him on wi' me!

'By Oppression's woes and pains!
By your sons in servile chains!
We will drain our dearest veins,
But they shall be free!

'Lay the proud usurpers low!
Tyrants fall in every foe!
Liberty's in every blow! -

Let us do or dee!'


sábado, 25 de julho de 2009

St. Cyrus

sábado, 13 de junho de 2009

Stonehaven, Scotland.



quinta-feira, 11 de junho de 2009

Um mundo ao contrário - adenda

As medidas são em "mile", "inche", "foot", "pint", "gallon", "pound", "ounce", etc..
Dá muito jeito no dia-a-dia...

Granizo em Junho

Gotta love this weather..

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Foi justo o momento..

Horário do Fim

morre-se nada
quando chega a vez

é só um solavanco
na estrada por onde já não vamos

morre-se tudo
quando não é o justo momento

e não é nunca
esse momento

Mia Couto, in "Raiz de Orvalho e Outros Poemas"

Um mundo ao contrário - adenda

O açúcar é mais doce e o sal é (muito) menos salgado (do que em Portugal).

Os carros dos bombeiros são brancos.

Os botões da máquina de lavar roupa quando pressionados para dentro significam off/não seleccionado. Ou seja, para ligar/seleccionar qualquer coisa tem que se pôr os botões para fora.

No blister da pílula, os dias estão dispostos ao contrário (da mesma marca comercializada em Portugal) – a informação foi dada por quem usa a dita.

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Um mundo ao contrário

Na estrada, conduz-se pela esquerda.

A moeda é diferente.

As tomadas são diferentes (cada adaptador custa 4£).

A língua é diferente (nem é bem inglês).

As torneiras abrem ao contrário.

As janelas abrem ao contrário (daquelas que têm 2 posições).

As casas, geralmente, não têm exaustor na cozinha.

As casas não têm caixas de correio.

A Opel, chama-se Vauxhall.

Há o Reino Unido e a Europa. Logo há os Ingleses ou Escoceses e os europeus.

No supermercado, os queijos "normais" estão na secção Continental cheeses.

Os feriados não são bem feriados.

Não há chás de ervas, só preto e sabores estranhos.

O café (expresso) pode ser simples ou duplo (uma ou duas doses de café no receptáculo de café da máquina).

A fruta é cara e os chocolates estupidamente baratos.

Na terra da cerveja a melhor cerveja é a não-escocesa.

E ninguém consegue dizer a porra do nome João!!!


Já dizia o outro: não mata, mas mói.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Imaginem as temporadas mais recentes de:

Little Britain
Scrubs
Two Pints of Lager and a Packet of Crisps
My name is Earl
The big bang theory
Top Gear
Os melhores e mais recentes documentários da BBC.
Entre outros

Foi o que eu tive durante duas semanas...

Tirando as sitcom, há mais junk-tv do que em Portugal.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Eleições à porta

Descubra o seu posicionamento no panorama político das Eleições Europeias de 2009

EU Profiler


____
O meu EU profile



Welcome to Britain


domingo, 26 de abril de 2009

Aberdeen, Scotland

sábado, 25 de abril de 2009

24/April/2009

sexta-feira, 24 de abril de 2009

London, UK